Resenha “Por Lugares Incríveis”, Jennifer Niven

Resultado de imagem para por lugares incriveis capa

Livro: Por Lugares Incríveis

Autor: Jennifer Niven

Número de Páginas: 336

Sinopse: Violet Markey tinha uma vida perfeita, mas todos os seus planos deixam de fazer sentido quando ela e a irmã sofrem um acidente de carro e apenas Violet sobrevive. Sentindo-se culpada pelo que aconteceu, Violet se afasta de todos e tenta descobrir como seguir em frente. Theodore Finch é o esquisito da escola, perseguido pelos valentões e obrigado a lidar com longos períodos de depressão, o pai violento e a apatia do resto da família.

Enquanto Violet conta os dias para o fim das aulas, quando poderá ir embora da cidadezinha onde mora, Finch pesquisa diferentes métodos de suicídio e imagina se conseguiria levar algum deles adiante. Em uma dessas tentativas, ele vai parar no alto da torre da escola e, para sua surpresa, encontra Violet, também prestes a pular. Um ajuda o outro a sair dali, e essa dupla improvável se une para fazer um trabalho de geografia: visitar os lugares incríveis do estado onde moram. Nessas andanças, Finch encontra em Violet alguém com quem finalmente pode ser ele mesmo, e a garota para de contar os dias e passa a vivê-los.

Minha Resenha

whatsapp-image-2016-12-27-at-20-54-12-1

Primeiramente quero dizer que INCRÍVEL é a palavra que descreve esse livro. Com certeza um livro que irei recomendar para o resto da minha vida. Siiiim, é um Young Adult com um drama daqueles.

O livro é narrado por Violet e Finch alternadamente, o que nos faz entender os motivos de cada um ao longo da trama sobre a decisão de terem tendências suicídas.

O livro inicia em um momento bem tenso, Violet e Finch estão encima da torre do relógio da escola prestes a cometer suicídio, porém quando um vê o outro tenta convencer ao outro a descer.

Finch é um personagem bastante peculiar, muda de personalidade sempre, e isso torna ele um barato. E é justamente por causa do seu jeito peculiar que Finch consegue se aproximar de Violet.

Na aula de Geografia Finch sugere ao seu professor fazer um trabalho em dupla para conhecerem lugares incríveis do estado da Indiana, onde moram, já que eles estão quase se formando. E é claro que Finch praticamente obriga Violet a fazer trabalho com ele (na verdade obriga haha).

whatsapp-image-2016-12-27-at-20-54-12-2

A partir desse trabalho eles se aproximam e a partir daí vemos a felicidade e a tristeza caminhar lado a lado. O livro vai nos dando um tapa na cara atrás do outro. Muito reflexivo e nos faz olhar as nossas vidas com outros olhos.

Não é fácil descrever os personagens do livro sem soltar spoilers, então acho que vou parando por aqui, haha.

Niven arrasou quando escreveu o livro, é claro que o para escrever a autora estudou muito, são muitas informações verídicas e que ajudam e muito a quem têm pensamentos suicidas, e também com pessoas que sofrem com depressão.

Se preparem para as emoções que esse livro aflorará em você, simplesmente maravilhoso e ó tenho elogios. Pretendo ler em breve outros livros da Jennifer Niven e espero não me decepcionar.

whatsapp-image-2016-12-27-at-20-54-12

Para finalizar deixarei alguns quotes para que vocês fiquem mais curiosos com a leitura.

“Existem jeitos diferentes de morrer. Você pode pular de um telhado ou se envenenar aos poucos com a carne de outro ser vivo.”

“Quando andamos por aí, precisamos estar presentes de verdade, não enxergando através de lentes.”

“Aprendi que existem coisas boa no mundo, se você procurar por elas. Aprendi que nem todo mundo é uma decepção, incluindo eu mesmo, e que um salto a 383 metros de altura pode parecer mais alto que uma torre do sino se você estiver ao lado da pessoa certa.”

“Tudo tem prazo de validade, certo? Quer dizer, uma lâmpada de cem watts foi feita para durar setecentas e cinquenta horas. O Sol vai morrer m mais ou menos cinco bilhões de anos. Todos temos um período de vida útil. A maioria dos gatos vivem quinze anos, talvez um pouco mais. A maioria dos cães , até doze. O americano comum é feito para durar vinte e oito mil dias depois de seu nascimento, o que significa que existe um dia, um ano e uma hora e um minuto específicos para a vida acabar. O final da sua irmã foi aos dezoito anos. Mas se alguém pudesse evitar todas as doenças e infecções e acidentes, ele ou ela viveria até os cento e quinze anos.”

“Você é todas as cores em uma , em pleno brilho.”

“Ninguém sabe quanto tempo tem, talvez um mês, talvez mais uns quinze anos…Gosto de viver como se só tivesse dois dias.”

“Você não etá sozinho. – Antes que eu diga ‘Na verdade, estou, sim, o que é parte do problema; estamos todos sozinhos, presos num corpo e na nossa própria cabeça, e qualquer companhia que temos na vida é passageira e superficial.'”

“O que percebo agora é que o que importa não é o que a gente leva, ma o que a gente deixa.”

POR BIA SOUSA

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s