Resenha “A Última Música”, Nicholas Sparks

Livro: A Última Música

Autor: Nicholas Sparks

Número de Páginas: 336

Editora: Novo Conceito

Gênero:Drama/ Romance

Sinopse: A Última Música – Aos dezessete anos, Verônica Miller, ou simplesmente Ronnie, vê sua vida virada de cabeça para baixo, quando seus pais se divorciaram e seu pai decide ir morar na praia de Wrightsville, na Carolina do Norte. Três anos depois, ela continua magoada e distante dos pais, particularmente do pai. Entretanto, sua mãe decide que seria melhor para os filhos passarem as férias de verão com ele na Carolina do Norte.

O pai de Ronnie, ex-pianista, vive uma vida tranquila na cidade costeira, absorto na criação de uma obra de arte que será a peça central da igreja local. Ressentida e revoltada, Ronnie rejeita toda e qualquer tentativa de aproximação dele e ameaça voltar para Nova York antes do verão acabar. É quando Ronnie conhece Will, o garoto mais popular da cidade, e conforme vai baixando a guarda começa a apaixonar-se profundamente por ele, abrindo-se para uma nova experiência que lhe proporcionará uma imensa felicidade – e dor – jamais sentida.

Uma história inesquecível de amor, carinho e compreensão – o primeiro amor, o amadurecimento, a relação entre pais e filhos, o recomeço e o perdão – A ÚLTIMA MÚSICA demonstra, como só Nicholas Sparks consegue, as várias maneiras que o amor é capaz de partir e curar seu coração.



Minha Resenha 


A Última Musica é narrado por quatro personagens, Ronnie, Marcus, Will e Steve, mas toda a estória gira em torno de Ronnie.


Ronnie se tornou uma garota muito rebelde, depois que seus pais se separaram, ela não passou no vestibular e até foi presa. Mas, depois de três anos da separação de seus pais sua mãe  decide que Ronnie e seu irmão Jonah, irão passar as férias de verão com o seu pai na Carolina do Norte.

Ronnie vai totalmente contrariada, pois simplesmente tinha três anos que não se falava com o pai, ela briga muito com ele, mas  jamais poderia imaginar que essa viagem lhe mostraria os diversos tipos de amor que poderiam existir; um amor de verão com Will, um amor que tinha adormecido pelo pai, o amor pela sua família e por outras pessoas.

Filme


O filme é incrível, mas deixa a desejar, pois corta muitas coisas do livro, mas como é de se esperar os livros são sempre melhores.

Ronnie no casamento da irmã de Will

A Miley Cyrus atuou divinamente como a Ronnie, até porque ela não tem cara de uma pessoa inocente, pois Ronnie é uma personagem muito forte e decidida.

Esperava algumas cenas como o do acidente de Blaze, e de outras que não posso falar pra evitar spoilers.

Ronnie e Blaze

Minha Opinião

Confesso que tinha um enorme preconceito com os livros do Nicholas Sparks, nem sei ao certo o motivo mas tinha. acabei me rendendo depois de várias pessoas me indicarem a leitura.

Mas simplesmente fiquei apaixonada pelo livro e pelo filme (apesar de ter me frustrado um pouco com o filme), chorei horrores.

Fiquei apaixonada pelo Will que ao mesmo tempo me irritou no começo pela insistência, mas me deixou apaixonada pelo jeito dele. 


Ahhh e o que dizer sobre Jonah, um amor de criança, super esperto, e foi ele que mais me arrancou gargalhadas e lágrimas.

Ronnie e Jonah

Creio que todas as pessoas mereciam ter um pai como Steve, que por mais da distância e da separação no casamento, sempre tentou estar próximo dos filhos e sempre os amando.

Pra quem nunca leu e ou, assistiu eu super recomendo, porque é maravilhoso, e já virei fã. 


Pra quem ficou curioso pode dar uma olhada no trailler do filme.

E também no vídeo clipe da trilha sonora do filme.



Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s